O PANORAMA DO SETOR FILANTRÓPICO

Fundada em 1963, a CMB é uma entidade sem fins lucrativos que promove a união, integração e representação das Federações de Misericórdia, constituídas nos respectivos Estados, bem como as Santas Casas, Entidades e Hospitais Beneficentes ou Filantrópicos, como são conhecidos popularmente os hospitais sem fins lucrativos.

É composta por 17 Federações Estaduais e representa os 1.824 hospitais em fins lucrativos do País.

HOSPITAIS FILANTRÓPICOS NOS ESTADOS

Os 1.832 hospitais filantrópicos possuem uma capacidade instalada de 169.720 Leitos e 23.447 UTIs.

Fonte:
– Indicadores CMB/Numb3rs com base nos dados obtidos do sistema do CNES do Datasus.
– Atualizado em 22/10/20. Competência 09/2020 da Base CNES.
– Dados de 2020, considerar alimentação do sistema até setembro de 2020, durante a pandemia da Covid-19.

HOSPITAIS FILANTRÓPICOS NOS ESTADOS

Os 1.832 hospitais filantrópicos possuem uma capacidade instalada de 169.720 Leitos e 23.447 UTIs.

Fonte:
– Indicadores CMB/Numb3rs com base nos dados obtidos do sistema do CNES do Datasus.
– Atualizado em 22/10/20. Competência 09/2020 da Base CNES.
– Dados de 2020, considerar alimentação do sistema até setembro de 2020, durante a pandemia da Covid-19.

CMB SAÚDE SUPLEMENTAR

  • O anseio e as iniciativas da CMB e do setor filantrópico para um departamento atuante no mercado de saúde suplementar é antigo;
  • Em 2004, a CMB instituiu um Departamento para constituir numa rede de planos parceirizados ou credenciados;
  • No mesmo ano, foi realizado o “1º Congresso Brasileiro de Planos de Saúde da CMB”, em São Paulo;
  • Em 2006, a CMB formalizou o regulamento do Departamento de Operadoras de Planos de Saúde (DEOPS – Sistema de Atendimento em Rede da CMB);
  • Em 2019, a CMB instuiu o seu Conselho de Governança, a fim de desenvolver as linhas de atuação executivas e operacionais da CMB, sendo este comporto pela Diretoria Institucional de Saúde Suplementar, com atribuição de orientar esforços em assuntos pertinentes ao relacionamento das entidades filantrópicas junto à ANS e Rede Saúde Filantrópica;

DEPARTAMENTO DE SAÚDE SUPLEMENTAR DA CMB

  • A CMB mantém o Departamento de Saúde Suplementar, que tem como objetivo integrar as operadoras de Planos de Saúde Filantrópicos/Sem Fins Lucrativos e representar os interesses do setor de saúde suplementar filantrópico em âmbito nacional, reforçando a magnitude do segmento e garantindo a qualidade do atendimento prestado em defesa da vida.
  • Um dos maiores desafios da Saúde Suplementar Filantrópica é garantir acesso, qualidade e sustentabilidade. As operadoras devem investir na rede de atendimento ao cliente, aprimorar as relações com os prestadores de serviço e criar mecanismos para aumentar o acesso a informações aos seus beneficiários, investindo em ações que ampliem a transparência em relação a sua atuação no mercado.
  • Atualmente, a CMB possui 42 operadoras associadas.

OPERADORAS FILANTRÓPICAS NO BRASIL

CMB SAÚDE SUPLEMENTAR

  • Recentemente, o departamento de Saúde Suplementar da CMB, por meio de um grupo de trabalho, amadureceu suas ações, pautando as principais necessidades e pleitos do setor, especialmente na estruturação de uma rede integrada de urgência e emergência;
  • Nesse sentido, houve o engajamento das operadoras filiadas a CMB para a construção de uma rede de atendimento, que obteve o apoio das operadoras do Estado de São Paulo, que já trabalhavam um projeto de atendimento em rede, reforçando ainda mais a construção de uma rede filantrópica /sem fins lucrativos nacional;

A CONSTRUÇÃO DA REDE

  • Durante o ano de 2020, a CMB coordenou um calendário de reuniões com as operadoras filiadas e parceiras, a fim de identificar e solucionar os principais pleitos, desafios e fragilidades do setor para a construção de uma rede de atendimento;
  • Foi promovido um estudo de viabilidade para a reativação da rede de atendimento de urgência e emergência, com a criação de um grupo de trabalho;
  • Todas as análises foram compartilhadas com as demais operadoras filiadas, em franco e democrático debate, consolidando um novo momento;
  • Durante as discussões, primou-se pelo consentimento das operadoras e a ampla contribuição visando, assim, a criação de um rede ininterruptamente atual e que satisfaça as necessidades das filiadas e a sustentabilidade do setor;
  • A remuneração dos serviços executados terá com base os custo dos serviços prestados, que equivale ao valor praticado pelas operadoras aos seus próprios beneficiários, mais uma taxa de 10%.
  • O ingresso das operadoras e hospitais sem fins lucrativos à CMB SAÚDE SUPLEMENTAR se dará por meio de Termo de Adesão, a ser formalizado entre Operadoras (ou Hospital) e a CMB.
  • Na ocorrências de eventuais impasses ou havendo a necessidade de alguma mudança nas condições previstas no regulamento, será constituído um Comitê específico, de composição paritária entre Operadoras, Hospitais e pela Diretoria da CMB.

PLATAFORMA DIGITAL E APLICATIVO

  • Solução desenvolvida para checagem de elegibilidade dos beneficiários dos planos de saúde das instituições filantrópicas, sem custo adicional.
  • Para ser atendido em outras localidades, bastará o beneficiário informar o CPF e ser identificado no sistema.
  • O beneficiário poderá fazer download gratuitamente do aplicativo de saúde suplementar e incluir os seus dados de cadastro e de seus dependentes.
  • Já as instituições de saúde, terão acesso a uma plataforma para facilitar à identificação dos pacientes e dependentes.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

  • Em um mercado competitivo, fortemente regulamentado, concentrado em grandes operadoras, com necessidade de se reinventar olhando para o futuro, buscando inovações e sustentabilidade;
  • Cenário de saúde em crise, no enfrentamento da maior crise sanitária mundial, com todo o sistema de saúde pressionado;
  • Necessidade de união para representatividade junto à ANS, em busca de uma regulamentação mais coerente ao segmento filantrópico;
  • Compromisso com o beneficiário, ampliando o serviço e tornando os produtos mais atrativos no mercado;
  • Apoio no desenvolvimento e sobrevivência das Santas Casas e hospitais filantrópicos, criando alternativas de financiamento e diminuindo a pressão do SUS, com oferta de produtos acessíveis e regionais;

Diretor Institucional

SIMONEI BONATO
Diretor Institucional de Saúde Suplementar da CMB
saudesuplementar@cmb.org.br

Simonei Bonato

Diretor Institucional

SIMONEI BONATO
Diretor Institucional de Saúde Suplementar da CMB
saudesuplementar@cmb.org.br

Simonei Bonato

Copyright © 2021/2022 ○ CMB ○ Produção Predicado Comunicação